Japamala Olho de Tigre/Sete Chakras com Buda 108 contas

Código: 2408
R$ ***

DESCRIÇÃO

Japamala  Olho de Tigre/Sete Chakras com Buda 108 contas

Um dos mais antigos objetos de devoção espiritual conhecido é utilizado há milhares de anos por Hindús e Budistas no auxílio á meditação. 

 

JAPA (parte espiritual) Entoação ritmada e atenta de algum mantra escolhido.

MALA (parte material) É utilizada como auxílio para manter a concentração durante a meditação.

 

O número 108 está presente em diversos aspectos da natureza e representam o perfeito equilíbrio, o caminho do meio. No budismo, acredita-se que no homem existam 108 virtudes a se cultivar e 108 impurezas a se evitar. No Alfabeto Sânscrito há 54 fonemas masculinos e 54 femininos, totalizando 108 na soma do masculino e feminino. Na Astrologia, existem 12 Constelações e 9 Segmentos de Arco (chandrakalas) e 9 X 12 totaliza também o número 108.

 

Também conhecida como “pedra da liberdade, o Olho de Tigre influencia uma força interior para libertar e tomar decisões firmes, a quem o carrega. Um dos minerais espirituais muito utilizado no Budismo, o Olho de Tigre é sagrado para eles e é utilizado para ativas os chakra básico, umbilical e solar. A pedra Olho de Tigre protege contra influências negativas e fortalecia as amizades. 

 

As pedras dos sete chakras tem a finalidade de ampliar ou equilibrar o centro de energia em que estamos nos concentrando. Cada centro de energia do nosso corpo possui um chakra correspondente. A Japamala De Pedra Olho De Tigre Sete Chakras trabalha na amplificacão de suas intenções de purificação, restauração e reequilibrio do corpo energético, removendo qualquer tipo de bloqueio. 

 

ESPECIFICAÇÕES

 

PRODUTO: Japamala  Olho de Tigre/Sete Chakras com Buda 108 contas
QUANTIDADE: 1 unidade
DIMENSÕES: 56,0 CM
COMPOSIÇÃO: Pedra

 

Gratidão _/\_ Muita Luz! 

 

R$ ***
Pague com
  • Mercado Pago
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

Dharma Store Atacado e Varejo de Produtos Esotéricos - CNPJ: 36.422.229/0001-61 © Todos os direitos reservados. 2024


Para continuar, informe seu e-mail